quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

A Biblioteca da Escola é para Todos - Sugestão de Janeiro


A sugestão de leitura da professora Ana Margarida Luciano para janeiro.

"Enquanto objeto, este é um livro extraordinariamente belo, com ilustrações luxuriantes, numa edição forrada a tecido, com páginas que se sobrepõem umas às outras e se complementam pelo recurso a janelas recortadas.


"Frida" é um percurso intimista pelos principais momentos da vida da aclamada artista mexicana Frida Kahlo (1907 – 1954), através dos textos de Sébastien Pérez, em que se vislumbram reflexões e emoções da própria pintora recolhidas no seu diário e correspondência, e das ilustrações de Benjamin Lacombe, que recria alguns dos quadros mais célebres da pintora, desde “Raízes” até ao “Veado ferido”, passando por “Autorretrato com macacos”.
Tal como na própria obra de Frida Kahlo, encontramos neste livro um mundo povoado de cores intensas e de símbolos, encontramos beleza associada a estranheza."

O livro está na nossa biblioteca."
                                                                                               (AML)

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Histórias que se ligam pelo coração - a obra de Marco Taylor


A obra de Marco Taylor, autor que nos visitará em breve, apresenta particularidades muito interessantes, distanciando-se, quer em termos de tema, quer de discurso, das tendências literárias mais conhecidas (ou tendência de mercado).
Questões como o Amor, o Nascimento e a Morte, o Silêncio, a Solidão, o Sonho, o Tempo, a Infância e a Velhice, os Ritmos da Vida e da Natureza… estão presentes no conjunto da obra de Marco Taylor. O protagonismo dado às pessoas, aliado a uma forte componente sensorial, e polvilhado por uma metafísica emergente, são aspetos que concorrem para uma imediata adesão aos livros do autor.


O conjunto da obra de Marco Taylor

Por outro lado, a obra de Marco Taylor oferece-nos um breve circuito pelo universo do livro objeto. Enquanto nos perdemos na tridimensionalidade da floresta do pop-up O Homem coração de choupo, somos puxados pelas sombras chinesas das personagens que povoam A Árvore que paria meninos, para, logo de seguida, mergulharmos no mundo de A Muda dos Gatos, com uns óculos especiais, que nos conduzirão, por sua vez, às recordações do Rapaz que conheceu o Homem que carregava pedras, e ao seu “piloto”, O Homem que carregava pedras. A rota completa-se com três inusitadas figuras, Rosinda, Timóteo e Abílio, uma trilogia sem palavras que é também um convite para uma intensa viagem ao interior de cada um de nós.


Aspetos do interior dos livros-objeto

É, assim, entre meninos que jogam à bola, médicos que arriscam transplantes estranhos, árvores-mãe e árvores-pai, videntes, jovens sonhadores… que acontecem estas histórias que se ligam pelo coração.


Livros sem palavras: Timóteo, Rosinda e Abílio.

No ano em que Casas do Mundo constitui o nosso farol temático, a obra de Marco Taylor apresenta-se como uma oportunidade para refletir e aguçar o olhar sobre as diferentes “casas” que habitamos e sobre as “casas” que habitam em nós.

Para além das visitas às escolas de Gandra, Ribeira, Feitosa e JI de Ponte de Lima, que terão lugar nos dias 27 e 28 de janeiro, a obra do autor pode ser conhecida no nosso novo espaço: o Gabinete de Aconselhamento de Leituras.


Trilogia Livros sem Palavras (aspetos da contracapa / sinopses)
Até já!

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Biblioteca à la Carte: temas difíceis da LIJ

Colocar-se no lugar do Outro é um exercício obrigatório depois deste banho literário.

Temas difíceis na literatura infantojuvenil é um dos “banhos literários” mais solicitados pelos professores no âmbito das ofertas do programa Biblioteca à la Carte.

Momento do "banho literário"
em torno de Rosa Branca de Roberto Innocenti

A atual produção literária para a infância e juventude é, com efeito, pródiga em obras que abordam temas considerados fraturantes, como a morte, o sofrimento, o bullying, a guerra, e as questões que daí advêm.


A par do holocausto, tema que não se deixa silenciar na LIJ, como provam publicações recentes, as migrações e a questão dos refugiados vêm, de igual modo, granjeando território.


É a partir de um conjunto de obras em torno deste tema que se desenvolve um dos “banhos literários” na BE António Feijó.


Momento do"Banho Literário"
em torno da obra Fumo, de Anton Fortes

Começamos com um exercício de questionamento (em jeito de atividade de pré-leitura):

Devo ajudar alguém em apuros, ainda que esse gesto represente um perigo para mim? 

Depois da partilha de argumentos que defendem as diferentes posições, apresentamos as obras que previamente selecionamos sobre o assunto. 
Começamos por Rosa Branca, de Roberto Innocenti, que permitirá, de imediato, aos alunos, confrontar o seu questionamento com a experiência da protagonista. 
Seguem-se Fumo, de Anton Fortes, O Diário Gráfico de Anne Frank, e, porque também há finais felizes, no meio de grandes dramas, terminamos a rota do holocausto com A História de ÉriKa, de Roberto Innocenti. 
No sentido de fazer a ponte para as guerras de hoje, seguem-se A Viagem, de Francesca Sanna, Uma longa Viagem, de Daniel Chambers, e, finalmente, Guerra da dupla José Jorge Letria e André Letria.


Momento do "Banho Literário" em torno de
A Viagem, de Francesca Sanna.

Aos alunos é dada oportunidade de partilhar as suas perceções sobre este tema. Grande parte dos alunos conhece outros registos (livros e filmes), sobretudo em relação ao holocausto. Já sobre as migrações e a questão dos refugiados, o conhecimento do tema é menor.
Em jeito de conclusão, são distribuídas as obras pelos alunos (em pequenos grupos), a quem solicitamos o registo de excertos poderosos.


Momento do "Banho Literário" em torno de
A História de Érika, de Roberto Innocenti.

Terminamos com a partilha dos excertos e o convite à leitura. O momento da partilha dos excertos poderosos é particularmente rico: é a revelação da forma como cada obra ecoa dentro de cada aluno. As escolhas são tão distintas: enquanto alguns alunos selecionam excertos de cunho mais positivo, dos quais transparece a esperança; outros há, cuja mensagem que retêm é o sofrimento presente em tão duras realidades.




No âmbito do tema aglutinador de projetos – Casas do Mundo – o conceito de CASA e de LAR, em contexto de guerra e/ou de migrações forçadas, assume contornos bem distintos dos usuais no nosso dia-a-dia, e nas nossas zonas de conforto.

Colocar-se no lugar do Outro é um exercício obrigatório depois deste banho literário.




segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Gabinete de Aconselhamento de Leituras (GAL) - o novo serviço da BE

Em mês de aniversário Ler+emFamília, no agrupamento, a Biblioteca Escolar António Feijó apresenta um novo serviço:
O Gabinete de Aconselhamento de Leituras


Gostaria que o seu filho lesse mais? Falasse e escrevesse melhor? Tivesse mais iniciativa? Fosse mais criativo? Mais crítico?
Gostaria de dar mais qualidade ao tempo que passa com o seu filho, o seu neto, o seu sobrinho?
Precisa de ideias sobre o que fazer com a criança ou o adolescente, envolvendo o livro, outros materiais escritos, ou até as novas tecnologias?
Quando o seu filho leva um livro para casa, sabe como tirar o melhor proveito dessa leitura?
Gostaria de encontrar o livro certo para facilitar a abordagem de determinado assunto?
Sabe como potenciar uma ida ao supermercado, com a criança, para desenvolver competências de literacia da informação?
Sabe como tirar proveito de uma ida ao parque ou de um passeio no campo?

Se alguma destas questões o inquieta ou lhe suscita interesse, venha ter connosco!

Temos livros para abordar diferentes questões: até as mais fraturantes.
A biblioteca António Feijó dispõe de um novo serviço, um gabinete de aconselhamento de leituras, que tem como principal objetivo fomentar, incentivar e apoiar práticas ligadas à leitura e à literacia em ambiente familiar.
Funciona quinzenalmente, na EB António Feijó, nas primeiras e terceiras segundas-feiras do mês, entre as 16:40 e as 18:30, e destina-se a todos os pais, avós, encarregados de educação e comunidade educativa em geral.

Dispomos de uma biblioteca especializada para pais.
O gabinete de aconselhamento de leituras surge numa perspetiva de reforço e continuidade de projetos destinados à família, uma prática com tradição no agrupamento, que, desde 2007 integra projetos desta natureza. É coordenado e dinamizado pela professora Lúcia Barros, professora bibliotecária e coordenadora da biblioteca escolar. Além de especialista em literatura para a infância e juventude, área onde leciona e faz investigação, a docente possui uma larga experiência ao nível da criação e dinamização de projetos de promoção da leitura em ambiente familiar, reconhecidos e premiados a nível nacional, de que são exemplo o projeto Lê paramim, que depois eu conto…, o programa ELF (Educação Literária na Família), e a Escola de Pais António Feijó.

Dispomos de uma biblioteca especializada para pais

Neste espaço encontrará uma biblioteca especializada para pais, e uma oferta variada para crianças e jovens composta pelas mais recentes tendências temáticas da literatura infantojuvenil: dos clássicos aos temas fraturantes da atualidade, das narrativas à poesia, passando pelos álbuns, pelos diários, pelas enciclopédias temáticas e outros livros informativos, filmes e jogos didáticos. 

O humor nos livros
No gabinete de aconselhamento de leituras, terá à sua disposição não só os materiais, como também o apoio especializado necessário que o ajudará a tirar o melhor partido dos livros, com apresentação de propostas de abordagem e sugestões de atividades, no sentido de reforçar as práticas de leitura e literacia em ambiente familiar.

Livros acordeão sobre cidades do mundo
Poderá usufruir deste serviço, presencialmente, nas primeiras e terceiras segundas-feiras do mês, entre as 16:40 e as 18:30, na biblioteca da EB António Feijó. Poderá também utilizar este serviço à distância, apresentando a sua questão / inquietação através do formulário de contacto disponível na página web do agrupamento de escolas António Feijó .

Biografias ilustradas
Neste espaço poderá aprender a organizar e construir portefólios de aprendizagens, álbuns de memórias, diários de leitura, dicionários temáticos, cadernos de escrita criativa, roteiros de fins de semana, planos de férias, etc… com a ajuda dos livros, de materiais do dia a dia, como folhetos de supermercado e outros registos publicitários, integrando a tecnologia com conta, peso e medida. 
Os livros falam de TUDO!!
Esperamos por si! Até já!

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Onde moram as histórias?

As histórias moram nas casas das famílias António Feijó. E moram em todas as Casas do Mundo.
Este é o projeto de leitura em articulação com a família que dá continuidade a Almofadas de Histórias, e a toda uma série de projetos que, anualmente, vêm operacionalizando esta vertente da leitura.

Leitura de A Viagem de Francesca Sanna


Integrado no tema aglutinador de projetos do presente ano letivo, Casas do Mundo, o projeto “Onde moram as histórias?” reúne um conjunto de obras, cuja temática de base é a Casa, nas suas múltiplas representações: Casa Abrigo, Casa Habitat, Casa Lar, Casa Família, Casa Planeta...


Algumas das obras que sustentam o projeto


Esta dinâmica, iniciada há já doze anos, no ano europeu do diálogo intercultural, que, então, se materializou num belíssimo conjunto de Mantas Interculturais (que embelezam hoje os espaços dos diferentes centros educativos do agrupamento), tem como objetivo principal implementar e/ou reforçar práticas de leitura em ambiente familiar.

Leitura de O meu vizinho é um cão
de Isabel Minhós Martins e Madalena Matoso (1)

Leitura de O meu vizinho é um cão 
de Isabel Minhós Martins e Madalena Matoso (2)
Com base na obra e na experiência de leitura partilhada, as famílias são convidadas a personalizar uma caixa, representando uma casa ou uma divisão da casa. Nas imagens acima podemos ver dois trabalhos que tiveram na sua origem a obra do Planeta Tangerina, O meu vizinho é um cão, e na imagem abaixo é possível ver duas leituras completamente distintas da dupla Davide Cali e Catarina Sobral.

Leitura de A Casa que voou de Davide Cali e Catarina Sobral (1)

Leitura de A Casa que voou de Davide Cali e Catarina Sobral (2)
Nos átrios e nas bibliotecas das nossas escolas, resultado das leituras que os pais do JI e do 1º CEB vêm fazendo com os seus filhos, estão casas tão diferentes quanto as possibilidades oferecidas pela experiência de leitura literária.

Leitura de Uma última Carta de Antonis Papatheodoulou

Procuramos incluir obras do panorama nacional e internacional, que, através das diferentes representação da Casa tocam temáticas que vão desde os afetos, passando pelas relações familiares e de vizinhança, pela vida em comunidade, até temas fraturantes como a guerra e a questão dos refugiados (de que é exemplo o trabalho representado na 1ª imagem).


Leitura de A Rainha do Norte de Joana Estrela
 A inclusão de obras de autores que já visitaram as nossas escolas foi outro dos critérios de seleção deste corpus, de que são exemplo as leituras que a seguir se apresentam.
Leitura de O som das lengalengas de
Luísa Ducla Soares, João Vaz de Carvalho e Daniel Completo

Leitura de A Casa da Janela Azul de António Mota e Sebastião Peixoto
Entrar nas nossas escolas e nas nossas bibliotecas faz-nos, efetivamente, e cada vez mais, sentir em casa! Vamos, pois, continuar a dar abrigo às histórias!




O saco das "histórias com casa" 
na turma do 2º ano da EB de Trovela.

Bom ano e boas leituras!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

CNL - vencedores fase escola | obras fase municipal

Já são conhecidos os vencedores da primeira fase do Concurso Nacional de Leitura, iniciativa que registou uma significativa adesão em todos os ciclos. Parabéns a todos os participantes!


A segunda fase terá lugar no dia 6 de fevereiro na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, e terá por base as seguintes obras:
História de um gato e de um rato que se tornaram amigos, de Luís Sepúlveda, para o 1º ciclo, 
A bicicleta com bigodes, de Ondjaki, para o 2º ciclo, e 
O velho que lia romances de amor, de Luís Sepúlveda, para o 3º ciclo.

Se quiseres saber um pouco mais sobre estes belíssimos textos, espreita:

Boas leituras!



terça-feira, 17 de dezembro de 2019

A Biblioteca da escola é para todos - sugestão de dezembro


A sugestão de leitura de dezembro da professora Ana Margarida:

"A seguir à própria história do Natal, esta é provavelmente a mais famosa história de Natal.
         Um Cântico de Natal, obra-prima de Charles Dickens, foi publicado pela primeira vez em 1843, em plena época vitoriana.
         O protagonista é o velho avarento Ebenezer Scrogge, que representa tudo aquilo que não se enquadra no espírito natalício. Por esse motivo, na noite da véspera de Natal, é visitado pelos Espíritos dos Natais Passado, Presente e Futuro.

         Através da reflexão que os fantasmas obrigam Srooge a fazer, assim como da ternura que o pequeno Tiny Tim desperta no seu coração empedernido, dá-se a regeneração da personagem que, no final da narrativa, encontra a felicidade da comunhão com o próximo, ainda mais simbólica por se dar em pleno Natal.
         O livro foi inúmeras vezes reeditado, adaptado para teatro, cinema e televisão. Mas não podemos deixar de imaginar como seria a sua leitura em palco, pelo próprio autor, para uma plateia de contemporâneos, numa época em que a consciência social começava a despertar.
A seguir à própria história do Natal, esta é provavelmente a mais bela história de Natal."

O livro está na nossa Biblioteca.

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Onde mora o Natal?

A biblioteca da escola sede vestiu-se, para este período de advento, de "casa do Natal". 
Desafios, mercados, encontros de autor, mostras literárias... vão levar-te à descoberta do(s) lugare(s) do Natal.
O Passatempo "Onde mora o Natal?" já se encontra a decorrer e promete trazer muita animação a esta casa!!

Composto por 24 desafios,
 este passatempo vai levar-te à descoberta do Natal nos livros
Regulamento

1. O Passatempo decorre de 25 de novembro a 17 de dezembro na Biblioteca Escolar da EB António Feijó;
2. O Passatempo destina-se aos alunos do 2º e do 3º ciclo;
3. Cada aluno só pode realizar uma prova;
4. Os desafios devem ser respondidos em folha própria (disponível na biblioteca);
5. A partir de 12 respostas certas, são atribuídos prémios, por categoria:
         5.1. Entre 12 e 15 respostas certas – 4ª categoria
         5.2. Entre 16 e 20 respostas certas – 3ª categoria
         5.1. Entre 21 e 23 respostas certas – 2ª categoria
5.1. 24 respostas certas – 1ª categoria
6. Os resultados serão divulgados na segunda-feira, dia 6 de janeiro (dia de Reis), na Biblioteca e no blogue da Biblioteca;
7. Os prémios serão entregues no mesmo dia, segunda-feira, 6 de janeiro, no âmbito das comemorações do dia de Reis, na Biblioteca Escolar.


Fica atento, o Natal começa na tua Biblioteca Escolar!


Natal na BE 2019


Até já!

domingo, 17 de novembro de 2019

Concurso Nacional de Leitura - 1º CEB

Nas bibliotecas do 1º CEB já estamos a preparar o Natal!

À volta da obra de António Mota, Sonhos de Natal, uma das narrativas mais emblemáticas da Literatura de Natal para a infância (e que os adultos também gostam de ler), estamos a desenvolver um conjunto de atividades de leitura orientada. 
Capa da edição de 2017 (última edição)

Estas atividades visam, por um lado, a preparação para o Concurso Nacional de Leitura, cuja prova de nível escola se realizará no dia 28 de novembro, e por outro, o desenvolvimento de competências no âmbito da educação literária, através de atividades diversificadas, que encontram eco no tema aglutinador de projetos do presente ano (Casas do Mundo) e na recém criada DAC para o 1º ciclo (Estrutura Familiar).

Capa das edições anteriores a 2017
(edições disponíveis nas nossas BEs)

A associação do livro literário a momentos festivos, e, por conseguinte, a memórias e experiências positivas é, por sua vez, um meio de tornar a literatura presente e de fomentar o gosto e o amor aos livros e à leitura.

(É claro que o facto de o autor textual, António Mota, nos voltar a visitar no próximo mês de março também motivou a escolha;))

Na página web da editora leya é possível ler alguns excertos da obra: AQUI.

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

A Biblioteca da Escola é para todos (sugestão novembro)

A professora Ana Margarida Luciano recomenda...



Quando à noite desfolho e trinco as rosas
É como se prendesse entre os meus dentes
Todo o luar das noites transparentes,
Todo o fulgor das tardes luminosas,
O vento bailador das Primaveras,
A doçura amarga dos poentes,
E a exaltação de todas as esperas.

                          Sophia de Mello Breyner Andresen





No mês em que se celebra o centésimo aniversário de um dos maiores nomes da poesia de língua portuguesa, não poderíamos deixar de sugerir a leitura da obra poética de Sophia de Mello Breyner Andresen.
Para quem quiser encontrar uma linguagem limpa e clara, com que são construídos poemas luminosos em que a realidade mais simples se transforma em magia.

O livro está na nossa Biblioteca.